13 de set de 2011

PA

O PA vem colaborar com o ensino-aprendizagem, tornando-os mais atrativos e desafiadores tanto para os alunos quanto para o professor.
Explorar a curiosidade dos alunos, fazer deles um pouco de "xeretas" para descobrirem as respostas das coisas que movem o mundo é uma tarefa bem desafiadora e compensadora...
Profª Sandra

5 de set de 2011

UM CAMINHO A CONSTRUIR

A todos os professores com carinho

VIVER É CAMINHAR...
PORQUE A VIDA É UM CAMINHO A PERCORRER
UM ÚNICO CAMINHO.

DE ENCONTROS...
DE BELEZAS...
DE DIFICULDADES...
DE RISOS...

POR QUE NÓS MESMOS CONSTRUÍMOS O CAMINHO A PERCORRER
NÃO SOZINHOS, MAS COM AQUELES QUE CAMINHAM A NOSSO LADO,
PARTILHAMOS DAS MESMAS SURPRESAS E PERIPÉCIAS,
É UM CAMINHO ÀS VEZES PENOSO A CONSTRUIR:

ESPINHOS A ARRANCAR...
ÁRVORES A DERRUBAR...
PEDRAS E BARREIRAS PARA AFASTAR...
ROCHAS PARA EXPLODIR...
BARRANCOS E MORROS PARA APLAINAR...
VALETAS E BURACOS PARA FECHAR...

NÃO É FÁCIL CONSTRUIR O PRÓPRIO CAMINHO, MUITO MAIS SIMPLES É ANDAR DE CARONA,
MUITO MAIS CÔMODO É ANDAR PELO CAMINHO QUE OS OUTROS JÁ CONSTRUÍRAM.
MUITO MAIS SIMPLES É IGNORAR AS ÀRVORES.

OS CIPÓS
AS PEDRAS
AS ROCHAS
AS VALETAS

O PASSAR POR CIMA E POR BAIXO, PELOS LADOS E POR ONDE DER,
DEIXANDO AOS OUTROS O TRABALHO DE CONSTRUIR E DERRUBAR.
NADA MAIS SIMPLES DO QUE DEIXAR ACONTECER.
PORÉM, NADA MENOS DIGNO, MENOS HUMANO, NADA MENOS CRISTÃO;
ANDAR NA CARONA DOS OUTROS NÃO É VIVER.
SE TU ESTÁS DEIXANDO AOS OUTROS O TRABALHO DE CONSTRUIR,
SE TU ESTÁS ACEITANDO AS BARREIRAS DO CAMINHO,
TU ESTÁS PASSANDO PELA VIDA SEM VIVER.
SEM DEIXAR MARCAS NO CAMINHO... TU ESTÁS DEIXANDO DE SER...
É PRECISO CORAGEM PARA SER.

CORAGEM PARA ASSUMIR O RISCO DE SER HOMEM, O RISCO DE VIVER.

CORAGEM PARA CONSTRUIR UM CAMINHO NOVO.
UM CAMINHO ÚNICO, ONDE TU PODES SER TU,
EU POSSA SER EU, NÓS POSSAMOS SER NÓS, PARA QUE TU, ELE E EU POSSAMOS

SER MAIS DE DEUS

ESTE É O ÚNICO CAMINHO QUE NOS LEVA ATÉ O FIM.
O CAMINHO DO AMOR, DA PAZ, DA JUSTIÇA, DA LUTA DO DIA-A-DIA,
DA CORAGEM DE SER HOMEM, DA CORAGEM DE SER CRISTÃO.

(AUTOR DESCONHECIDO)

fonte:comunicacaoelinguagem.blogspot.com/2009/05/textos-reflexivos.html acessado em 05/09/2011 as 17:00